Imprimir

 

Título: Gen-Res-Alentejo – Utilização de Genómica na Seleção de ovinos resistentes a Parasitas e Peeira no alentejo

REF: ALT20-03-0145-FEDER-000037

Início: 01/09/2016

Fim: 30/08/2019

Ficha técnica do projeto: Disponível aquí

Site do projecto: http://www.gen-res-alentejo.pt/

Resumo:

Esta operação tem como objetivo primordial melhorar a produtividade das explorações de ovinos no Alentejo, através da identificação por metodologias genómicas de última geração, de marcadores genéticos associados à resistência a doenças com elevada prevalência e reconhecido impacto económico, a peeira e o parasitismo gastrointestinal por nematodes. Para tal constitui-se uma parceria liderada por uma associação de produtores de ovinos, a ACOS - Associação de Agricultores do Sul, em colaboração com outras entidades da Rede de Ciência e Tecnologia do Alentejo, designadamente a Universidade de Évora, o Cebal - Centro de Biotecnologia Agrícola e Agro-Alimentar do Alentejo, a DRAPAL - Direcção Regional de Agricultura e Pescas do Alentejo e o INIAV- Instituto Nacional de Investigação, Alimentação e Veterinária. Estes parceiros permitem o contacto direto com os produtores agropecuários e integram capacidade científica do ponto de vista da medicina veterinária, melhoramento genético e a utilização da genómica como ferramenta inovadora na seleção assistida por marcadores. O compromisso da União dos Agrupamentos de Defesa Sanitária do Alentejo (UADS Alentejo) garante a exequibilidade dos trabalhos de campo.

A operação consta de 5 atividades:

(1) Avaliação de fatores de risco associados à peeira e parasitoses por nematodes gastrointestinais e seleção de explorações para estudo. A metodologia a utilizar consistirá na realização de inquéritos a explorações de ovinos geograficamente dispersas por toda a região Alentejo. A colaboração dos agrupamentos de defesa sanitária, permitirá a realização de inquéritos a um vasto número de explorações. Serão avaliados fatores de risco relacionados com a exploração, o maneio e o animal, de modo a definir os critérios para selecção de 18 explorações ovinas

(2) por cada um dos conselhos estudados desenvolvimento das tarefas seguintes (2) Definição de metodologias de diagnóstico para identificar fenótipos resistentes/susceptíveis às doenças estudadas e utilização da metagenómica para caracterização do agente causador da peeira. Nas explorações ovinas identificadas serão avaliados os efectivos animais através da realização de exame clínico e caracterização das lesões (peeira) ou coprocultura e hematologia no caso das doenças parasitárias. O objectivo é identificar em cada exploração animais resistentes e animais susceptíveis às doenças em estudo para posterior amostragem (100 animais por exploração) e colheita de material biológico para avaliação através de metodologias genómicas. No caso da peeira serão recolhidas amostras em animais com lesão severa e com lesão ligeira, para identificação e caracterização por metagenómica do agente etiológico Dichelobacter nodosus. Espera ser-se possível desenvolver um teste de diagnóstico etiológico aplicável e explorar uma patente.

(3) Avaliação do impacto económico das doenças e do projeto nas explorações. Para esta avaliação será recolhida informação sobre custos directos e indiretos associadas às doenças em estudo. Espera-se também o impacto económico da aplicação dos resultados deste projeto nas explorações do Alentejo, nomeadamente avaliar o impacto da introdução da selecção assistida por marcadores, um aspecto de extrema relevância e completamente pioneiro em Portugal.

(4) Estudos de associação genómica e bioinformática para a identificação de marcadores genéticos associados às doenças. Neste estudo será utilizada a técnica de "Genome Wide Association Studies" para identificação de genes associados às doenças. Esta tarefa envolve cerca de 1800 animais (100 por exploração) de modo a captar a variabilidade genética das populações ovinas do Alentejo. Estes estudos serão subcontratados a laboratórios da especialidade sendo a análise bioinformática realizada no CEBAL, entidade que reúne esta competência na região. É expectável ser possível identificar genes a incorporar nos programas de selecção das raças e explorar 2 patentes.

(5) Gestão do projecto e divulgação de resultados. A gestão do projecto envolve as diversas entidades parceiras na execução e monitorização do projecto num modelo de organização participativo a vários níveis. Propõe-se também a constituição de um Comité Consultivo constituído pelos parceiros do projecto e por entidades externas, nomeadamente as associações de defesa sanitária através da União dos ADS do Alentejo, associações de criadores de ovinos de diversas raças do Alentejo, entidades oficiais responsáveis pela sanidade animal e programas de melhoramento e conservação e os proprietários das explorações seleccionadas. O objectivo é garantir transferência de conhecimento e de tecnologias para o sector ovino regional, designadamente a incorporação de novas metodologias genéticas nos programas de melhoramento. Para a divulgação de resultados estão previstas diversas acções incluíndo página do projecto na internet, seminários, workshops, etc. A produção científica será estimulada e a provável obtenção de 3 patentes será explorada a nível Europeu.

O objectivo geral do projecto é utilizar a genómica como ferramenta tecnológica para apoio à seleção de ovinos resistentes a parasitoses e peeira na região do Alentejo. Os objectivos específicos são: a) Identificação dos fatores de risco associados à peeira e parasitoses por nematodes gastrointestinais em explorações ovinas do Alentejo. b) Caracterização das doenças e de metodologias de diagnóstico para identificação de animais resistentes/suscetíveis às doenças estudadas. Utilização da metagenómica para caracterização de agente etiológico da peeira: Dichelobacter nodosus. c) Avaliação do impacto económico da peeira e das infeções por parasitas gastrointestinais nas explorações estudadas. d) Utilização de estudos de associação genómica para a identificação de marcadores genéticos associados à resistência a parasitoses por nematodes gastrointestinais e à peeira. e) Avaliação o impacto económico do projeto no controlo da peeira e parasitismo por nematodes gastrointestinais e na melhoria da produtividade e da rentabilidade das explorações f) Gestão do projeto e divulgação de resultados.

Partipantes:  

 
 
 
       

 

Coordenador: Claudino de Matos (ACOS) - Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Investigador responsável CEBAL: Marcos Ramos - Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.